Qual a diferença de branding, branding digital e Branding pessoal?



Ainda há aqueles que se assustam quando se fala de branding, porém esse termo derivado do inglês, vem da palavra Brand, que nada mais é do que a "marca". A palavra “branding” poderíamos traduzir como gestão da marca (brand management).

E como fazemos um branding? Qual seu conceito em ação?

O objetivo do branding é despertar sensações, criar conexões conscientes e inconscientes que serão cruciais para o cliente escolher uma marca, decidir se compra o produto ou serviço. Mostrar a personalidade da empresa ao mercado, seus valores, posicionamentos e crenças com o intuito de ter uma comunicação real com os consumidores, tornando-se a marca da empresa mais desejada, popular e cativante para o mercado. A cativação do público não pode ser ignorada, pois por meio do branding podemos influenciar ou até mesmo prever as decisões de compra da nossa persona.

Diversas vezes quando se fala em marca, imediatamente pensamos em marcas grandes e famosas, no entanto independentemente do tamanho do negócio, a marca é essencial para o sucesso, pois permite que o produto ou serviço oferecido por determinada empresa se torne conhecido no mercado.

É importante observar que o processo de gestão de branding é complexo, dessa forma a empresa precisa de um estudo e análise aprimorada para garantir um bom sucesso futuro, expandir suas vendas e fidelizar seus clientes.


Como agora sabemos o significado de Branding. Pode-se definir de forma rápida o Branding Digital, que é o gerenciamento das ações digitais da empresa com intuito de atingir resultados efetivos em relação à comunicação da sua marca no campo digital.

Alguns acusam o Branding Digital de ser mais complexo, porém acredito que na atualidade, o branding digital faz parte de um conceito único, pois não se pode pensar em Branding sem pensar nas ferramentas básicas para atingir o público online.

Já o Branding Pessoal é a gestão da sua marca pessoal, ou seja, projetar sua imagem, sua carreira, para ser uma marca. Esse processo se desenvolve de forma contínua, mantendo a credibilidade e notoriedade da imagem e impressão de uma pessoa, grupo ou organização. Sem confundir Branding com o Branding pessoal.

Essa marca pessoal é o que irá diferenciá-lo da concorrência e ampliar sua confiança e prestigio diante do mercado.


O Branding Pessoal também pode ser visto com um processo de autoconhecimento, no qual a pessoa física ou jurídica compreende suas forças, fraquezas, conjunto de valores, ações, nichos e interações significativas com seus funcionários. Ressalto que esse processo de branding pessoal pode acontecer de forma constante, a pessoa pode renovar seus valores, sua definição e ações, porém esse processo sempre deve se estudado para não acontecer de maneira agressiva ou incorreta diante do mercado.

Se você deseja uma consultoria sobre branding, entre em contato conosco!


23 visualizações
  • Instagram
  • YouTube

©2019 por Intera.